Você sabia? Seu ouvido esquerdo entende melhor o sarcasmo enquanto o direito compreende mais facilmente as declarações sinceras. Pelo menos é o que afirmam pesquisadores da Universidade de New Brunswick, no Canadá.

Segundo o estudo, o ouvido esquerdo possui mais agilidade em perceber as nuances do discurso das pessoas por causa do reflexo de como o hemisfério correspondente do cérebro processa a linguagem. Para chegar em tal conclusão, os pesquisadores realizaram uma série de testes com 40 voluntários.

Sendo assim, pense duas vezes antes de tentar persuadir alguém e fale no ouvido direito da pessoa. A mesma estratégia serve para situações de paquera. E se você parar para observar, vai perceber que nós temos a tendência de preferir que falem no nosso ouvido direito.

Para provar isso, pesquisadores da Universidade de Gabriele d’Annunzio, na Itália, foram até uma balada e pediram cigarro para as pessoas, perguntando intencionalmente ao pé do ouvido direito ou esquerdo. O resultado foi que eles receberam mais respostas positivas quando perguntaram no ouvido direito.

Agora se você quer fazer uma piada sarcástica para seus amigos, aproveite para falar na direção do ouvido esquerdo deles e tenha maiores chances de eles darem risada. Essa estratégia vale ainda mais se você deseja fazer um comentário do mesmo tipo para pessoas com quem você não tem intimidade e, portanto, não conhece seu humor.

É por essas e outras que é tão importante cuidar da sua saúde auditiva. Para isso, basta usar o aparelho auditivo e perceber a melhora na compreensão do sarcasmo pelo ouvido esquerdo e da sinceridade pelo ouvido direito.

Sarcasmo

Tem alguma dúvida sobre a perda auditiva na terceira idade? Entre em contato conosco. Teremos prazer em ajudá-lo! :)

 

Muitos profissionais associam aposentadoria ao afastamento total do sistema produtivo e, por conta disso, acabam não aceitando essa fase de transição na carreira como algo natural. Contudo, a chamada “nova aposentadoria” vem ganhando um significado diferente nos últimos 10 anos, visto que a expectativa de vida do brasileiro já ultrapassa os 74 anos o que, consequentemente, estimula as pessoas a terem uma vida produtiva mais longa. Com relação a isso, há uma questão importante: como dar continuidade à construção de uma carreira e uma nova identidade profissional?

Algumas organizações costumam recontratar profissionais já aposentados, fato que, para Matilde Berna, consultora de carreira na consultoria global em mobilidade de talentos na LHH|DBM, é bastante positiva para ambas as partes, desde que a proposta atenda aos objetivos de ambos.

“Para o Professional é importante considerar o momento de vida e o quanto a proposta está alinhado a este momento, nesse caso, estamos falando do tipo de projeto, carga horária, local e salário. Já com relação à organização, é avaliado e considerado o que ele tem a oferecer para a Organização, se possui relevância e agrega valor ao momento dela. Se for bom para ambos, à equação estará perfeita”, diz a consultora.

Por outro lado, existe também a preocupação por parte das empresas em preparar os profissionais para o momento da aposentadoria.  Muitas organizações já saíram do discurso e partiram para a prática. “Algumas, com programas muito arrojados, outras nem tanto, mas todas com uma preocupação genuína sobre questão” esclarecem.

De qualquer forma, aqueles que estão se aproximando da aposentadoria devem fazer uma analise profunda sobre seus conhecimentos, habilidades que foram desenvolvidas ou que lhes dão prazer e, ainda, o que os motivam. Estudar possibilidades e alternativas, ou seja, onde poderá aplicar todo o conhecimento e experiência que adquiriu ao longo de sua trajetória profissional, também é importante. “O ideal é continuar a se aprimorar, estudar, buscar novos conhecimentos, pois é sempre enriquecedor”, finaliza Matilde.

 

Curtiu o post? Comente e deixe sua opinião lá na nossa página no facebook: https://www.facebook.com/AudiovidaRJ

Tem alguma dúvida sobre a perda auditiva na terceira idade? Entre em contato conosco. Teremos prazer em ajudá-lo! :)