Perguntas Frequentes

Posso escolher o modelo do meu aparelho auditivo?

Quando falamos de modelo de aparelho auditivo estamos falando de como ele é fisicamente, ou seja, externamente e de como ele se encaixa na orelha do usuário.

A escolha do modelo depende de vários fatores e deve ser feita em comum acordo com o fonoaudiólogo que lhe atende. É importante levar em consideração tipo e grau de perda auditiva, preferências do usuário, idade, destreza manual, acuidade visual e, sobretudo, as atividades diárias que você tem.

Vale lembrar que ouvir bem é ter conforto e qualidade de vida e para isso é essencial aliar suas preferências pessoais as suas necessidades auditivas.

Separamos algumas dicas para ajudar na escolha:

Existem aparelhos de tamanho mínimo, mas com a máxima tecnologia. O tamanho de um aparelho não corresponde à quantidade de recursos. Se puder investir, sempre será uma boa escolha;

Se tiver dificuldades manuais ou visuais, prefira modelos maiores, cujas pilhas de maior tamanho vão facilitar na hora da troca, bem como você terá uma praticidade maior ao coloca-lo na orelha;

Se você já é usuário e sente algum tipo de incomodo com o modelo atual, fale com o fonoaudiólogo para que se leve em consideração outra possibilidade de modelo, que lhe ofereça mais conforto;

Se o aparelho foi indicado para uma criança, é importante que o aparelho seja seguro e tenha uma boa fixação, para evitar perdas ou que caia da orelha com facilidade;

Exponha sua demanda ao profissional que lhe atende. O fonoaudiólogo busca aliar sua preferência estética à sua necessidade auditiva e a escolha do modelo deve estar em comum acordo;

Perceba a credibilidade, a estrutura da loja e o conhecimento de quem lhe atende. Faça perguntas para obter respostas que o deixem sem dúvidas. Empresas sérias se preparam para atender o cliente, dispõem de boa estrutura e bons profissionais;

Ao comprar o aparelho auditivo procure fazer um esforço para o melhor dentro das suas preferências e necessidades, lembre-se que você vai utilizar o dia todo e que terá uma influência direta na sua qualidade de vida;

E lembre-se! Justamente por existir as opções diferenciadas de modelos e características dos aparelhos auditivos, para a escolha do melhor modelo que vai atender às suas necessidades e expectativas é essencial a indicação e acompanhamento de um profissional especializado.

Quais os cuidados que devo ter com meu aparelho auditivo?

Os aparelhos auditivos modernos são confortáveis e fáceis de usar. Mas para garantir uma maior vida útil e o bom funcionamento dos seus aparelhos, você precisa trata-los com cuidado. Pequenas ações no dia a dia vão diminuir e muito o risco de problemas que podem vir a acontecer. Por mais que os aparelhos sejam resistentes, não há proteção que resista contra o mau uso.

Confira alguns cuidados que separamos e que vão garantir que seu aparelho auditivo continue funcionando com qualidade por muito mais tempo.

Limpeza

• Na hora da limpeza só utilize um pano seco e macio. Não utilize água, álcool ou detergentes que danificam a parte eletrônica do seu aparelho;

• Só manuseie seus aparelhos com os dedos limpos e secos;

• Realize ao menos uma vez por semana a limpeza no molde do aparelho auditivo e a cada ano troque este molde. Garantindo assim um melhor aproveitamento do seu aparelho auditivo;

• Se perceber que o tubinho de borracha do molde (aparelho retroauricular) está ressecado é hora de trocar de imediato ou faça esta manutenção a cada três meses.

Pilhas

• Atenção para a substituição das pilhas, pois o funcionamento do seu aparelho fica comprometido quando a pilha está fraca, prejudicando a qualidade sonora;

• Só é recomendável usar pilha de Zinco (específica pra aparelho auditivo);

• Caso não for usar seu aparelho por algum tempo, é recomendável que retire as pilhas;

• Procure ter sempre uma pilha reserva para evitar aborrecimentos.

Proteção 

• Sempre que for colocar ou retirar os aparelhos é importante ter uma toalha ou almofada em seu colo para evitar danos em caso de queda do aparelho;

• Quando não estiver usando seu aparelho, mantenha-o em local seguro ou no recipiente especial secante (desumidificador);

• Evite deixar seu aparelho exposto à luz direta do sol e ao calor excessivo, pois estas podem danificar seu aparelho;

• Mantenha seu aparelho auditivo fora do alcance das crianças e bichos de estimação, pois eles podem por curiosidade pegar no aparelho e causar danos severos;

• O aparelho é sensível a produtos como maquiagem e spray de cabelo. Sempre retire seu aparelho auditivo antes de usar esses produtos.

Água 

• Remova seus aparelhos auditivos antes de tomar banho, duchas, mergulhos ou fazer sauna;

• Alguns aparelhos apresentam resistência à água, mas é importante seguir as recomendações do fabricante para garantir todos os benefícios;

• Proteja sempre o seu aparelho auditivo da umidade. Não o deixe no banheiro, onde pode sofrer danos causados pela umidade.

Serviço   

• Leve seus aparelhos auditivos regularmente para revisões e manutenções;

• Nunca tente consertar ou ajustar algo no seu aparelho com objetos pontiagudos, chaves ou outros, procure sempre deixar que um profissional habilitado execute de forma correta os ajustes necessários;

• E o mais importante: uma manutenção preventiva é essencial para o bom desempenho de seu aparelho auditivo, além disso, mantenha em dia as visitas de rotina e acompanhamento com seu fonoaudiólogo.

Quanto tempo podem durar as pilhas de um aparelho auditivo?

Todos os aparelhos auditivos necessitam de pilhas ou baterias para funcionar. São as pilhas que fornecem a energia necessária para o bom desempenho das funções de um aparelho auditivo.

Existe uma série de fatores que influenciam no tempo de vida útil de uma pilha, como: 

Quantidade de recursos que possuem, assim quanto maior o tamanho de uma pilha, mas ela vai durar

A regulagem do aparelho influencia bastante, quanto mais potente maior será o consumo.

O número de horas de utilização por dia de um aparelho. 

Por esses motivos não existem uma “regra”, um tempo exato de duração de pilhas. De acordo com os fatores acima, associados com o tamanho e modelo de um aparelho auditivo, o tempo duração de uma pilha pode variar bastante. É possível encontrar pilhas que podem durar até 15 dias.

Separamos algumas dicas para melhor utilização das suas pilhas:

Você saberá que está na hora de trocar sua pilha, ao perceber que o som está distorcido ou sentir a necessidade de aumentar mais o volume do que o habitual. Alguns modelos de aparelhos auditivos emitem um sinal sonoro, um “bip” quando as pilhas estão acabando;

Como o tempo de alerta para a substituição de pilhas é bem curto, é recomendável levar sempre pilhas extras e evitar ser surpreendido;

Nunca deixe a pilha dentro do aparelho auditivo quando não for ser utilizado por um longo período;

Vale lembrar também que as pilhas possuem prazo de validade, fique atento na hora de comprar grandes quantidades;

Só adquira pilhas em locais confiáveis, produtos de má qualidade podem danificar seu aparelho auditivo;

E nunca jogue as pilhas velhas diretamente no lixo, elas são tóxicas e contaminam o meio ambiente. Procure sempre os locais de descarte corretos.

Fique atento a aproveite ainda mais as vantagens do seu aparelho auditivo!

Você sabe quanto tempo dura um aparelho auditivo?

Aparelhos auditivos ajudam as pessoas com perda auditiva a voltar a perceber os sons. São eles os responsáveis por melhorar a compreensão de fala em várias situações. Existem diversos modelos de aparelhos auditivos, mas todos atuam na amplificação dos sons para melhorar a audição.

Quando se fala em durabilidade de um aparelho auditivo a resposta pode ser variável, pois existem fatores queinterferem nas funções de um aparelho auditivo e consequentemente na sua vida útil.

O modelo do aparelho pode influenciar na sua durabilidade, os intra-auriculares (que ficam dentro do conduto auditivo) tendem a durar menos do que os retroauriculares (que ficam atrás da orelha) por estarem em contato direto com cerúmen e umidade. Os cuidados com o aparelho também interferem na sua vida útil. Se bem cuidados, os aparelhos auditivos retroauriculares podem durar uma média de cinco anos e os intras ou receptores no canal (RIC), um pouco menos, cerca de três anos. É dentro desse período que a revisão e limpezatambém auxiliam no tempo de vida útil do aparelho. Levar regularmente na assistência técnica para troca de peças, se necessário, vai garantir ainda mais resistência aos aparelhos auditivos.

Outro fator importante é acompanhar com periodicidade a adaptação do aparelho em relação à perda auditiva, já que pode ocorrer progressão da mesma, sendo necessário, em alguns casos, o reajuste do ganho do aparelho auditivo.

Fica a dica para manter em dia os cuidados com os aparelhos auditivos e o acompanhamento da evolução da perda auditiva, e assim, garantir ainda mais vida útil aos mesmos.

Devo fazer regularmente manutenção no meu aparelho auditivo?

O aparelho de audição é um pequeno dispositivo colocado diretamente no ouvido para ampliar o volume dos sons facilitando a audição.

Por ser um dispositivo eletrônico alguns cuidados básicos são importantes para manter o seu bom funcionamento e minimizar danos que podem ocorrer no uso diário do seu aparelho auditivo. Vale lembrar que os aparelhos auditivos devem ficar longe da umidade e protegidos de quedas e traumas que possam danificar suas estruturas sensíveis.

Quando um paciente adquire um aparelho auditivo na Ouvir Mais, são agendadas as consultas de acompanhamento com objetivo de verificar como está a adaptação com as próteses, identificar ajustes necessários e até mesmo possíveis problemas que exijam manutenção ou limpezas periódicas. Através do acompanhamento correto é possível evitar problemas e colaborar para prolongar a vida útil do aparelho auditivo.

No dia a dia o próprio usuário pode fazer a limpeza do seu aparelho auditivo, tomando alguns cuidados, tais como:

Utilizar sempre pano seco e uma escovinha para remover a cera e impurezas;

Nunca utilizar panos molhados ou líquidos na limpeza;

Proteger o aparelho de crianças e animais, pois estes podem danificá-los e até quebra-los;

A orelha costuma produzir cerúmen e, portanto, merece cuidado especial com procedimento diário de higiene;

Utilizar sempre pilhas adequadas e novas. Quando o aparelho não estiver em uso, retire a pilha do compartimento e guarde-o no estojo;

Evitar o contato com substâncias como o spray fixador do cabelo e a maquiagem, pois as finas partículas podem entupir a entrada do microfone e o botão de controle do volume.

Além desses cuidados diários, faz parte da rotina do paciente levar o aparelho, pelo menos uma ou duas vezes ao ano, para fazer uma manutenção mais detalhada. Essa manutenção só deve ser feita por especialistas em laboratórios aptos para assistência correta. Caso o aparelho auditivo apresente algum problema de funcionamento também deve de imediato ser levado para a assistência autorizada. A Ouvir Mais tem profissionais especializados para conserto e manutenção dos aparelhos auditivos Rexton.  O paciente que realiza a manutenção na assistência autorizada tem como vantagens manter a garantia dos produtos, serviços realizados utilizando padrões globais e peças originais de cada modelo de aparelho.

Quanto tempo por dia posso usar meu aparelho auditivo?

Os aparelhos auditivos são essenciais para melhorar a compreensão auditiva e da fala de pessoas que têm perda auditiva. A falta de tratamento da perda auditiva pode levar a vários problemas, tanto na esfera social como psicológica, e, em alguns casos pode também estar relacionada com problemas físicos. O uso regular do aparelho auditivo traz muitos benefícios para o usuário, que têm uma qualidade de vida mais elevada, pois continuam realizando as atividades do seu dia a dia, em seu ambiente de trabalho ou em sua vida pessoal.

Entre as muitas situações que envolvem o uso e os benefícios de um aparelho auditivo, está a dúvida do tempo de uso por dia.

O tempo de uso do aparelho auditivo é variável e deve ser de acordo com a rotina e características de cada pessoa. Ao iniciar o uso de um aparelho auditivo e durante o processo de adaptação o fonoaudiólogo pode recomendar ir progressivamente aumentando o número de horas com o seu aparelho.

A boa notícia é que não existe um limite para o uso do aparelho auditivo e sim uma orientação para uso mínimo de cerca de oito horas por dia, que é o tempo ideal para que haja o reestabelecimento do processamento auditivo e consequentemente o favorecimento do processo de adaptação com os aparelhos auditivos. Quanto mais tempo o aparelho for utilizado, mais benefícios o usuário poderá perceber e assim, ver os resultados ligados diretamente à sua qualidade de vida, entre eles:

Melhor relacionamento com a família e amigos;

Manutenção da saúde mental e bem-estar físico;

Estar mais independente e seguro;

Uma boa dica é utilizar o aparelho ao longo do dia para as atividades da sua rotina, ter cuidado de retirar apenas na hora de praticar exercícios físicos pesados, bem como para o banho e só tirá-los no período de descanso à noite. Dessa forma você estará economizando sua bateria para continuar o uso no dia seguinte. Vale lembrar que muitos modelos de aparelhos já são recarregáveis e você pode aproveitar para deixá-lo carregando enquanto dorme.