Perda Auditiva

perda auditiva

Quando sofremos uma perda auditiva, não perdemos apenas um sentido (audição), mas também parte da nossa vida! A perda auditiva além de nos trazer sérias consequências sobre a saúde, traz problemas de convívio em nossa vida pessoal e social, pois quando temos uma perda auditiva todos percebem a dificuldade na comunicação, e o contato fica mais difícil. Nós da Audiovida temos a solução!

A Audiovida Soluções Auditivas trabalha com os aparelhos auditivos da Unitron, os melhores do mercado!

Aqui você pode ouvir melhor, com qualidade e PREÇOS ACESSíVEIS!

Entre em contato, agende sua consulta ou solicite seu orçamento!

Audição

 

A audição, um dos nossos cinco sentidos, nos proporciona a captação dos sons ao redor nos ajudando a perceber o que ocorre em nossa volta. A audição é parcialmente responsável pelo nosso equilíbrio, uma vez que nos proporciona informações sobre a posição dos nossos corpos e das direções dos sons que ouvimos.

Uma redução na capacidade auditiva é considerada perda auditiva ou deficiência auditiva. Os sons ao nosso redor são percebidos 24 horas por dia pelo nosso sistema auditivo, portanto a audição não é um sentido que pode ser desligado.

O nosso sistema auditivo deve ser capaz de distinguir uma série de sons: desde o som suave das folhas até sentenças complexas. Quando a capacidade da audição se encontra reduzida, nós não somos capazes de escutar os sons perfeitamente, o que pode trazer uma série de complicações em nossa vida.

 

Tipos de Perda Auditiva

 

Deficiência Auditiva Condutiva: Qualquer interferência na transmissão do som desde o conduto auditivo externo até a orelha interna (cóclea).

Deficiência Auditiva Sensório-Neural: Ocorre quando há uma impossibilidade de recepção do som por lesão das células ciliadas da cóclea ou do nervo auditivo.

Deficiência Auditiva Mista: Ocorre quando há uma alteração na condução do som até o órgão terminal sensorial associada à lesão do órgão sensorial ou do nervo auditivo.

Deficiência Auditiva Central, Disfunção Auditiva Central ou Surdez Neural: Este tipo de deficiência auditiva não é, necessariamente, acompanhado de diminuição da sensitividade auditiva, mas manifesta-se por diferentes graus de dificuldade na compreensão das informações sonoras. Decorre de alterações nos mecanismos de processamento da informação sonora no tronco cerebral (Sistema Nervoso Central).

 

Causas da Perda Auditiva

Causas da Perda Auditiva

 

A perda auditiva pode ser provocada por traumas como acidentes de trânsito ou perfuração por objetos enfiados dentro do ouvido, bem como pela exposição a barulho excessivo e por doenças congênitas ou adquiridas.

Na maioria dos casos a perda auditiva é gradual e indolor, muitas vezes desenvolvendo-se tão lentamente que quase não se nota. Por isso a importância de exames periódicos e acompanhamento médico. Saiba mais sobre a deficiência auditiva e suas causas!

 

Sintomas da Perda Auditiva

Sintomas da Perda Auditiva

 

Alguns sintomas de perda auditiva incluem:

  • Dificuldade para escutar em reuniões públicas, salas de concertos, teatros, local de trabalho, etc;
  • Dificuldade para escutar quando as fontes de som estão longe do ponto de escuta;
  • Dificuldade para escutar a televisão e/ou telefone;
  • Dificuldade para entender a conversação em um grupo de pessoas.

Os indivíduos afetados por uma perda auditiva frequentemente desenvolvem formas para tentar ouvir melhor em situações difíceis. Essas formas incluem:

  • Pedir aos outros que repitam as falas;
  • Virar a cabeça de lado direcionando-a para os sons ou para quem está falando;
  • Elevar o volume da TV, rádio ou equipamento de som;
  • Evitar reuniões sociais;
  • Fingir entender a mensagem recebida.

Entenda a importância do uso dos aparelhos auditivos na redução dos sintomas da perda auditiva e na melhora da qualidade de vida!

 

Perda Auditiva na infância

Perda Auditiva na infância

 

As crianças merecem uma atenção especial! Para detectar uma perda auditiva na infância é muito importante observar se a criança reage a sons, responde quando é chamada, fala muito alto, aumenta muito o som da televisão, tem dificuldade de aprendizado e demonstra falta de atenção.

Estes sintomas muitas vezes estão relacionados com problemas auditivos. Ao perceber um ou mais destes sintomas de perda de audição procure imediatamente um profissional da área. Hoje existem sofisticados exames para detecção precoce da perda auditiva, que podem ser feitos na própria maternidade.

 

Perda Auditiva na terceira idade

Perda Auditiva na terceira idade

 

A perda auditiva está muito relacionada à idade! No Brasil, mais de 15 milhões de idosos têm problemas de audição, segundo a Organização Mundial de Saúde, e apenas 40% reconhecem a perda de audição. A falta de informação e o preconceito fazem com que a maioria demore até 6 anos para tomar uma providência, escondendo o seu problema.

A perda auditiva na terceira idade é um sério fator de limitação do indivíduo. Pode contribuir inclusive para o desenvolvimento de alguns distúrbios psiquiátricos, favorecendo o isolamento dos portadores da deficiência auditiva, devido à dificuldade de comunicação no meio social.

 

Descubra se você tem Perda Auditiva

Descubra se você tem Perda Auditiva

 

Se há suspeita de perda auditiva, deve-se fazer uma consulta com um médico otorrinolaringologista. Ele solicitará alguns exames, entre eles a audiometria. O exame é indolor, cômodo e seguro, consiste basicamente em responder a algumas perguntas sobre a saúde auditiva, reconhecer algumas palavras comuns em diferentes níveis de volume e identificar sons diferentes.

Sua capacidade para escutar diferentes tons ou frequências produz uma curva auditiva única que é registrada em um audiograma. O profissional utiliza esse audiograma para determinar o tipo e grau da perda auditiva. Faça um teste rápido e descubra se você tem perda auditiva!

 

Apoio clínico aos Deficientes Auditivos

Apoio clínico aos Deficientes Auditivos

 

Aproximadamente 10% das perdas auditivas podem ser ajudadas clinicamente. Graças aos numerosos avanços tecnológicos atuais, é possível ajudar a quase totalidade dos 90% restantes com a utilização de aparelhos auditivos.

Há diferentes modelos de aparelhos auditivos disponíveis para diferentes graus de perda auditiva.

 

Apoio da família aos Deficientes Auditivos

Apoio da família aos Deficientes Auditivos

 

Aprender a escutar com a ajuda de aparelhos auditivos requer um período inicial de adaptação, tanto por parte do usuário com a perda auditiva como por parte dos que o cercam.

Devido ao fato de que os aparelhos amplificam todos os sons, o paciente com a perda de audição deve aprender novamente a filtrar e eliminar os sons indesejáveis, tal como acontece no processo normal de audição. A paciência e apoio dos familiares é importante nas primeiras etapas.

Lembre-se que, da mesma forma que uma perda auditiva é usualmente gradual, pode tomar tempo para acostumar-se com os sons novamente proporcionados pelo aparelho auditivo. O usuário começa a responder aos aparelhos em curto período de tempo e recupera a habilidade natural de perceber tanto a direção como o significado dos sons.